home > Como Funciona > Montagem de clichês de fotopolímeros
twitter
Banner Facebook

Parceiros

Montagem de clichês de fotopolímeros Imprimir E-mail
Escrito por Alex Arlindo Mota Correia   
Sáb, 21 de Agosto de 2010

Em poucas décadas o processo flexográfico de impressão evoluiu de procedimentos simples e poucos recursos para um elevado patamar tecnológico. Hoje a flexografia é uma alternativa de excelente qualidade e repetibilidade, especialmente nos segmentos de embalagens, rótulos e etiquetas. Nesse sentido, a técnica de montagem de clichês por microponto foi um importante avanço, que vem permitindo set​ups mais rápidos e melhoria na qualidade de registro. Para explicarmos melhor as vantagens desse procedimento, vamos começar descrevendo os passos de uma montagem manual.

Etapas da montagem manual de clichês

  1. Limpeza da superfície do cilindro porta-​clichê, ou camisa, com uso de álcool etílico
  2. Marcação no cilindro porta-​clichê do espaço delimitado para a colagem da forma
  3. Aplicação da fita dupla-​face na área delimitada
  4. Retirada total do liner
  5. Transferência das linhas auxiliares do cilindro porta-​clichê para a superfície da fita dupla-​face com auxílio de uma régua, caneta e riscador
  6. Colocação do liner da fita dupla-​face como uma máscara, protegendo a maior parte do adesivo e expondo apenas uma pequena área em que se localiza o microponto ou cruz de registro
  7. Encaixe das linhas auxiliares traçadas na fita dupla-​face com a cruz de registro do clichê de fotopolímero
  8. Fixação da forma na região já exposta e, logo em seguida, retirada do restante do liner, permitindo a colagem do restante do clichê

A montagem manual de clichês possui um custo inicial baixo, pois não há investimentos em equipamentos específicos. No entanto, essa técnica pode gerar um elevado número de retrabalhos pela necessidade de reposicionamento do clichê com o serviço já em máquina.
O grande diferencial do equipamento de montagem por micropontos é a utilização de câmeras de captura de imagem que possibilitam ampliações de 50 até 100 vezes. Esses dispositivos permitem ajustes de zoom, de foco e da intensidade de iluminação. A montagem por micropontos envolve menos etapas.


Etapas da montagem de clichês por micropontos

  1. Limpeza da superfície do cilindro porta-​clichê ou camisa com uso de álcool etílico
  2. Marcação no cilindro porta-​clichê do espaço
delimitado para a colagem da forma
  3. Aplicação da fita dupla-​face na área delimitada
  4. Retirada do liner da fita dupla-​face, com manutenção de uma máscara protegendo a maior parte do adesivo e expondo apenas uma pequena área, na qual se localiza o microponto ou cruz de registro
  5. Posicionamento das câmeras na referência dos registros, com possível movimentação do clichê até a obtenção do perfeito encaixe
  6. Fixação do clichê na região já exposta e, logo em seguida, retirada do restante do liner, permitindo a colagem do restante do clichê.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os equipamentos mais sofisticados possuem ajuste de foco motorizado e sistemas de deslocamento das câmeras baseado em fusos de esferas e guias lineares, o que garante transporte de todo o conjunto das câmeras com movimentos suaves e precisos. O sistema computadorizado permite o alinhamento perfeito das câmeras e armazenamento dessas informações, possibilitando a repetibilidade em uma próxima montagem do mesmo trabalho.
A montadora também é composta por monitores que permitem a regulagem de contraste e brilho da imagem, além de suportes móveis para fixação do cilindro porta-​clichê, garantindo maior flexibilidade em função das larguras dos cilindros a serem utilizados.
É possível concluir que o sistema de montagem por micropontos possibilita maior precisão quando comparado à montagem manual, pois o acerto das linhas auxiliares com a cruz de registro é feito com o auxílio de monitores de vídeo que possuem referências, permitindo o registro entre cruzes.
Como as imagens geradas no monitor são ampliadas, tornam-​se mais claras e nítidas do que as normalmente visualizadas pelo ser humano. Para melhorar essa nitidez, alguns equipamentos são compostos por mais de um tipo de elemento de iluminação. Além de lâmpadas fluorescentes, são instaladas lâmpadas infravermelhas ou coaxiais.
A imagem abaixo apresenta um elemento de iluminação coaxial, utilizado em sistemas de montagem por micropontos para melhorar a nitidez da imagem.


Vantagens da montagem por microponto

  • Economia de substrato, tinta, dupla-​face, energia e outros insumos, devido à redução de retrabalhos
  • Redução de eventuais danos aos clichês
  • Menor índice de parada de máquina e reinício de produção
  • Eliminação de linhas auxiliares nos cilindros e camisas

O engenheiro Alex Arlindo Mota Correia é professor da Escola Senai Theobaldo De Nigris e da Faculdade Senai de Tecnologia Gráfica.

 

Texto publicado na edição nº 73